sexta-feira, 1 de julho de 2016

pais, acordem!

Shane Idleman é o fundador e pastor principal da Westside Christian Fellowship, em Lancaster, Califórnia, ao norte de Los Angeles.
No ano passado eu recebi uma correio electrónico de uma mãe e esposa em estado desesperado: "Eu não vou mais permitir que os meus filhos sejam abusados fisicamente, não quero mais ouvir as minhas meninas serem  chamadas por nomes vulgares e vis; eu não quero ver coisas esmagadas ou quebradas lá em casa. Eu não vou mais entrar no carro e ouvi-lo a gritar com raiva. Não há mais o 'passar o tempo juntos'. Ele passa seu tempo sentado à frente ao computador, a dois passos de mim, observando pornografia! Eu me recuso a ficar em casa e não ir à igreja porque me sinto culpada por deixá-lo sozinho. Não quero adorar em silêncio ou em segredo... Eu nunca acreditei em divórcio, por isso tenho continuado a tentar. Eu já não posso suportar isto. Eu não estou morrendo por dentro, eu já morri."
Estamos desesperados por homens quebrantados e humildes; homens que não têm medo de admitir que eles precisam de Deus; homens que estão mais preocupados com a oração do que sobre o status e reconhecimento; homens que buscam a Deus, em vez de fazerem a sua própria vontade.
O estado da família hoje é desanimador. Os homens têm, em grande parte abandonado seu papel dado por Deus como líderes espirituais em suas casas ... e isso, ninguém pode negar.
Por exemplo:
1. A leitura da Bíblia e oração são chamados de fanáticos, enquanto trabalhar doze horas por dia é chamado sucesso.
2. Nós construimos nossa carreira e negligenciamos o nosso casamento.
3. Os executivos são elogiados e os homens da família desaprovados.
4. Nós aumentamos a nossa riqueza, mas diminuimos os nossos valores.
5. Nós procuramos respostas ao olhar para o céu em vez de nos virarmos para Aquele que criou os céus.
6. O orgulho é considerado um ativo, e a humildade um passivo.
7. Sabemos mais sobre os nossos atletas favoritos do que a respeito de nossas mulheres e nossas crianças.
8. Nós preferimos ser vistos a sair de um bar do que ser vistos a sair da igreja.
9. Louvamos a nossa equipa favorita com toda a nossa força mas na hora do louvor na igreja estamos a dormir.
Homens, vocês não foram chamados para ser um parceiro fraco, indeciso e passivo. Você foi chamado para prover, liderar e proteger a sua família. Você deve tomar a iniciativa na oração, defender a sua esposa, pastorear os seus filhos, e fazer de sua casa um santuário sagrado, e não um terreno fértil para Satanás. Você é chamado para lutar contra o inimigo, não fugir dele.
Estou cansado de ver homens fracos e passivos que nunca lutam, suportam ou lutam por qualquer coisa que valha a pena morrer. Nossa nação está em busca de carácter, as nossas mulheres estão à procura de líderes, e nossos filhos estão olhando para os pais.
Homens, parem com os jogos de vídeo bobos, saia do Facebook, mate o seu hábito pornográfico, e mostre aos seus amigos ímpios o caminho certo. Você é chamado para liderar, amar e morrer - se necessário - pela sua família.
Nós somos a razão porque o país está se deteriorando. Nós somos a razão pela qual a família está a quebrar. Temos de parar de atirar culpas desde Deus ao Governo. Nossas acções têm cheirado mal nas narinas de um Deus santo, justo e puro. Pais... acordem! A vida é um campo de batalha, não um parque infantil!
Eu posso ouvi-lo agora, "Está sendo muito duro com os homens! Recue um pouco!"
A sério?
Entre no meu mundo por um momento. Lembra-se do trecho do correio electrónico que coloquei no início deste artigo? Infelizmente, esta não é uma situação isolada; acontece o tempo todo. Depois de relê-los, diga-me se esta mensagem é muito forte.
Os homens que estão a fazer suas famílias sofrerem não precisam ser encorajados e mimados; eles precisam ser confrontados e desafiados. Em seguida, o incentivo pode ter lugar. A mudança será difícil, se nós sempre incentivamos, e raramente desafiamos mas não confrontamos.
O homem que se refere o correio electrónico foi cuidadosamente confrontado; o arrependimento ocorreu, e seu casamento agora é mais forte do que nunca.
Será que muitas das nossas esposas poderiam dizer coisas semelhantes?
Muitos anos atrás, eu li o início do diário de minha esposa, e o que eu li quebrou meu coração, mas primeiro eu senti-me traído e com raiva.
Ela escreveu: "Eu casei com um homem que não se preocupa com meus sonhos e objectivos na vida. Eu aprendi a viver com isso desde que a separação não é uma opção, mas eu não vou permitir que ele faça isso com os nossos filhos."
Fiquei muito irritado porque a verdade dói. Mas eu comecei a perceber que ela estava absolutamente correcta. Eu era um homem controlador sem se importar com os sonhos, ambições e metas da minha família. Eu não estava a ter em atenção os seus sonhos. Eu estou envergonhado pela maneira como pensei na altura: "Isso é estúpido, imaturo, e ridículo; porque ela gostaria de fazer isso?" Eu me senti terrível e pediu perdão. Eu percebi que eu estava quebrando o espírito da minha família; controlava e manipulava por causa do orgulho, e me importava sobre como os outros iriam pensar acerca de mim.
Essa experiência foi um ponto de viragem - eu agora encorajo a minha família. Eu estou escrevendo isto, não para comparar situações, mas para ilustrar o facto de que Deus muitas vezes usa confronto e exposição para nos quebrar.
Enquanto os pais buscam posição, construir reputações, perseguem carreiras, e assim por diante, frequentemente são mães que oram, nutrem, cuidam, e lideram. Sem dúvida, há homens que, não por culpa própria, falham para com a sua casa, mas na grande maioria, há uma necessidade crítica de liderança espiritual. O arrependimento é o primeiro passo.
Conhecimento é saber que precisamos nos arrepender, mas a sabedoria está no agir. O poder da Palavra de Deus é encontrada na acção. Tiago 1:22 nos lembra que podemos enganar-mo-nos se "sabe" o que fazer, mas não conseguem fazê-lo. Você está vivendo no engano ... sabendo, mas não está fazendo?
Homens, nossas famílias preferem "ver" um sermão do que "ouvir" um.
"Os sermões que você dá podem ser verdadeiros e sábios, mas eu prefiro aprender a lição observando o que você faz. Eu posso entender mal o conselho que você dá, mas não há nenhum mal-entendido quando observo como você age e como você vive" (Edgar A. Guest, "Eu Prefiro Ver um Sermão")

Fonte: http://www.christianpost.com/news/fathers-wake-up-were-the-reason-the-nation-is-deteriorating-family-is-breaking-down-opinion-165292/#b2mB8AZ3cFCjzPcd.99

Sem comentários:

Enviar um comentário