quinta-feira, 11 de fevereiro de 2021

9 razões pelas quais algumas igrejas não alcançam estudantes universitários (PT / EN)


Eu amo estudantes universitários. Na verdade, eu gostaria de estar a pastorear numa cidade universitária se o Senhor me chamasse de volta ao pastorado principal. Estou convencido de que a sua geração tem uma oportunidade muito maior de alcançar as nações do que minha geração. Por outro lado, algumas igrejas - estou convencido -, não alcançam estudantes universitários. Aqui está o porquê:

9 razões pelas quais algumas igrejas 

não alcançam estudantes universitários

1) As igrejas não vêem o seu potencial. Eles estão em nossas igrejas por alguns anos e depois vão. Eles são transitórios. Em vez de ver nossa oportunidade de investir neles por causa do evangelho, quase os pacificamos.

2) Os estudantes universitários desejam relacionamentos genuínos com outros adultos. Eles não estão interessados ​​nos relacionamentos superficiais que marcam tantas de nossas igrejas. Autenticidade realmente importa para eles.

3) Eles querem ser incluídos e envolvidos enquanto estão em nossas igrejas. Eles não são um apêndice anexado à programação do pequeno grupo só porque eles estão em nossa área.

4) Eles querem interação com adultos mais velhos. Isso é difícil de conseguir quando os transferimos para seu próprio grupo e presumimos que é onde eles estão mais contentes.

5) Eles querem um ensino profundo. Estudos bíblicos superficiais não serão suficientes para muitos estudantes universitários. Eles estão fazendo perguntas honestas e querem respostas sólidas.

6) Eles não são fãs de religião enganosa. Eles querem profundidade, verdade, a Palavra de Deus. Eles nem sempre viram muito disso, então gravitam em torno disso quando ouvem.

7) Eles querem heróis. Eles não querem ser idólatras, mas querem homens e mulheres a quem possam procurar orientação e apoio. E, se eles não puderem encontrar esses heróis em sua igreja local, eles os encontrarão entre os líderes que ouvem na Internet.

8) Eles querem ser desafiados. Eles não têm medo de ser desafiados a passar alguns anos trabalhando no exterior para serem testemunhas onde os missionários não podem ir. Eles estão dispostos a enfrentar as difíceis questões sociais do dia a dia. Eles querem que alguém os force a serem santos e os enfrente quando não o são.

9) Eles querem um lugar seguro para fazer perguntas. Eles não estão interessados ​​apenas em adotar a fé de seus pais. Mesmo “a Bíblia diz isso” muitas vezes não é uma resposta suficiente para eles; eles querem saber por que acreditamos na Bíblia. Muitos deles também não têm formação religiosa e vêm com dúvidas e perguntas genuínas.

Meu ponto é que não tenho certeza se todas as igrejas estão prontas para alcançar os estudantes universitários. Deixe-me saber a sua opinião. CLIQUE AQUI


---------------


I love college students. In fact, I’d want to be pastoring in a university town if the Lord called me back to the senior pastorate. I’m convinced that their generation has a much greater opportunity to reach the nations than my generation does. On the other hand, some churches, I’m convinced, won’t reach college students. Here’s why:

9 Reasons Some Churches Will Not Reach College Students

Churches don’t see their potential. They’re in our churches for a few years, and then they go. They’re transient. Rather than see our opportunity to invest in them for the sake of the gospel, we almost pacify them.

College students want genuine relationships with other adults. They’re not interested in the superficial relationships that mark so many of our churches. Authenticity really matters to them.

They want to be included and involved while they’re in our churches. They’re not an appendage tacked on to the small group schedule just because they happen to be in our area.

They want interaction with older adults. That’s tough to accomplish when we relegate them to their own group and assume that’s where they’re most content.

They want deep teaching. Shallow Bible studies won’t cut it for many college students. They’re asking honest questions, and they want solid answers.

They’re not fans of gimmicky religion. They want depth, truth, the Word of God. They haven’t always seen much of that, so they gravitate toward it when they hear it.

They want heroes. They don’t want to be idolatrous, but they do want men and women to whom they can look for guidance and support. And, if they can’t find those heroes in their local church, they’ll find them among leaders they listen to on the Internet.

They want to be challenged. They’re unafraid to be challenged to spend some years working overseas to be witnesses where missionaries can’t go. They’re willing to tackle tough social issues of the day. They want somebody to push them to be holy and to get in their face when they aren’t.

They want a safe place to ask questions. They’re not interested in just adopting the faith of their parents. Even “the Bible says so” is often not a sufficient answer for them; they want to know why we believe the Bible. Many of them, too, have no faith background, and they come with genuine doubts and questions.

My point is that I’m not sure every church is ready to reach college students. Let us know your thoughts.

Fonte: AQUI

Sem comentários:

Publicar um comentário